Yves Saint-Laurent, o filme: cinco ótimos motivos para assistir

ysl_1

 

Em cena Pierre Niney, como Yves Saint-Laurent (Foto: Divulgação)

Se você ainda tinha alguma dúvida se deveria ir ou não ao cinema pra conferir essa cinebiografia, a gente te ajuda a tomar a melhor decisão a seguir:

Os motivos para você correr ao cinema mais próximo e assistir à cinebiografia Yves Saint-Laurent, dirigida por Jalil Lespert, são muitos. A estreia no Brasil aconteceu este mês e nós pra você garantir seu ingresso agora mesmo.

1) A atuação de Pierre Niney, como Yves Saint-Laurent
Ela é simplesmente impecável e tocante! O próprio Pierre Bergé – companheiro no amor e na moda de YSL – chorou quando o viu encarnando o papel pela primeira vez. A maneira como ele interpreta o estilista é digna de comoção, mesmo, e a personalidade de Yves, complexa e difícil, cresce ainda mais nas câmeras. E não, nenhum traço de sua personalidade foi omitido. Os problemas psicológicos, com as drogas e o álcool estão todos lá.

2) Superdidático e completo
Ou seja, mesmo que você não conheça muito do estilista, vai sair da sala de cinema com uma generosa ideia de quem ele foi, tudo o que fez e do quanto ele foi importante para a moda.

3) Os figurinos, claro!
O filme acompanha a carreira de Saint-Laurent desde 1958, quando ele, então um jovenzinho, trabalhava com Monsieur Dior. A gente acompanha as criações dele desde aquela época, passando pelo começo da sua própria marca e o boom de seus designs mais marcantes, como o vestido Mondrian e o Smoking.

4) O relacionamento entre Yves Saint-Laurent e Pierre Bergé
Emocionante, sensível e chocante. Os 30 anos que passaram juntos é de pura emoção. A parceria e o amor que havia ali renderia um filme só deles. Ah, quer dizer, já tem! O Louco Amor de Yves Saint-Laurent foca justamente nisso.

5) As musas de Yves Saint-Laurent nas diferentes fases de sua vida
Victoire Doutreleau, no início da carreira, ainda quando ele trabalhava na Dior e que depois ajudou na criação da Maison YSL; Betty Catroux  e suas longas madeixas loiras e visual andrógino e supersexy e Lulu de La Falaise com sua personalidade exuberante, vestidos esvoaçantes e cores vibrantes.

Fonte: GLAMOUR

Ponto de cor!

bianca_bertoni1

Peças neutras são indispensáveis no guarda-roupa, mas para o look não ficar muito sem graça, precisamos pontuá-lo com cor. Separamos alguns exemplos de combinação de cor dos desfiles da Chanel, Forum e J.W. Andreson como inspiração!

Para experimentar a tendência sem errar. Abuse das cores nos acessórios, como no nosso brinco Duplo Leque Azul!
bianca_bertoni2

À la 60’s: gola rulê é aposta certa para o próximo inverno

golas14

Imagem: Reprodução

Com os anos 60 firmados como tendência máxima para o inverno 2015 internacional, é natural que algumas peças essenciais da época voltem direto para o closet, obrigatórias para compor a estética retrô – mas atualizada – como nas passarelas. Um recurso pronto para ganhar as ruas? A gola rulê, que retorna e pode ganhar, meses antes, as ruas ao longo de todo o nosso inverno. 

Abolida nas últimas temporadas, ela retorna com opções para diferentes gostos: de forma clean, quase uma segunda pele, como sugeriu Nicolas Ghesquière em seu début na Louis Vuitton, ou mais longe do pescoço, cheia de volume, como na Chanel by Karl Lagerfeld. Quer mais versatilidade? Invista nos cachecóis e lenços como nas passarelas da Dior e de Alexander Wang. O dossiê completo está nas imagens abaixo.

Fonte: VOGUE

Penteados para usar com brincos grandes

bianca_bertoni

Na hora de compor uma produção, é preciso harmonizar roupas, cabelo, maquiagem e jóias, já que, se algo estiver fora de sintonia no visual, a aparência final pode ficar confusa. Os penteados são parte fundamental do look, e, quando associados a maxi brincos, ficam ainda mais bonitos e compostos.

Brincos com pedraria dão mais destaque a cabelos presos

bianca_bertoni_3

coque deixa o rosto em evidência e os fios bem presos, e permite joias mais ousadas. Aposte em brincos no formato “candelabro”, e não tenha medo de arriscar em pedrarias. “Os brincos devem ser escolhidos conforme o formato do rosto.

Brincos devem acompanhar caimento de fios soltos

bianca_bertoni_2

Os penteados semi-presos podem ser valorizados por qualquer tipo de brinco. Mas é necessário ter atenção a quantidade de fios que são deixados soltos. Quanto mais cabelo estiver livre, maior deverá ser o brinco, para que o visual fique composto e equilibrado. Como uma alternativa ao tradicional semi preso no centro da cabeça, vale apostar em versões laterais com brinco em apenas uma das orelhas.

Fonte: Beleza Extraordinária

Ear Cuff: O queridinho das famosas!

bianca_bertoni_1Há algum tempo que o ear cuff aparece como destaque no look das famosas em Hollywood. Emma Watson e Jennifer Connelly usaram na pré-estréia do filme Noé.
bianca_bertoni_2Jennifer Lawrence na festa de lançamento do filme Jogos Vorazes e Sienna Miller no Baile do MET.

Seja para um look de tapete vermelho ou para um look dia a dia, vale a pena investir na ear cuff!
Fashion week Rio - Auslander3

MOOD ARTSY INVADE AS PASSARELAS (E O GUARDA-ROUPA) DAS ESTILOSAS

opening-ceremony

Opening Ceremony


“Antes a moda estava na moda. Hoje, é a arte que está na moda”. A citação de Oskar Metsavaht durante a apresentação do verão 2015 da Osklen, durante o São Paulo Fashion Week, é mais verdadeira do que nunca. Basta olhar para a própria passarela e encontrar 
referências artsy nas coleções das labels mais hypadas do mundo. Dos grafismos da Chanel (que já tinha apresentado a tendência no desfile de verão 2014) ao surrealismo de Renée Magritte nas peças recém-lançadas pela Opening Ceremony, da inspiração de Paul Gauguin nas criações by Maison Martin Margiela às estampas abstratas nos tradicionais trench coats Burberry, a arte se faz cada vez mais presente na moda e promete invadir o guarda-roupa das fashionistas nas próximas estações.

chanel-1Chanel

margielaMaison Martin Margiela
valentino
Valentino

Fonte: ELLE